O Sobrevivente (Rescue Dawn, 2007)

(Drama/Guerra, 14 anos. Direção de Werner Herzog. Com Christian Bale, Steve Zahn e Jeremy Davies. Duração 02h06min)

A história real do piloto Dieter Dengler (Christian Bale), um germano-americano abatido e capturado no Laos durante a Guerra do Vietnã, que organiza uma fuga suicida para um pequeno grupo de prisioneiros, já havia sido explorada em 1997 pelo veterano diretor Werner Herzog em um documentário, Little Dieter Needs to Fly, que contava com a participação do próprio piloto Dieter Dengler na reconstituição de sua incrível história de sobrevivência.

Nascido na Alemanha, Dieter emigrou para os EUA depois da 2ª Guerra Mundial, ganhando a cidadania norte-americana para realizar o sonho de tornar-se piloto militar. Ele foi abatido com seu caça logo em seu primeiro vôo, quando realizava bombardeios secretos sobre o Laos, em uma operação ligada à guerra do Vietnã. Capturado por guerrilheiros locais, o piloto sofre torturas, fome, sede e é enviado para um campo de prisioneiros cercado pela selva mais inóspita. Deste campo, ele escapa, meses depois, e é um dos poucos a sobreviver a um período perdido na mata, até ser resgatado por aviões norte-americanos. Posteriormente, foi condecorado por bravura.

Sob o comando perfeccionista de Herzog, que exige imersão total do elenco na situação vivida por seus personagens, Bale passou uma temporada na selva, comendo vermes e saltando em correntezas infestadas de cobras. Tudo pela imersão. O resultado porém não é espetaculoso ou calculado, como nos filmes de guerra à Spielberg. Percebe-se que Herzog preserva a visão do documentarista – atento mais para os acasos do que para uma situação roteirizada. Momentos como o esforço de Steve Zahn (na atuação de sua vida) em canalizar energia para formar uma palavra, ou como o olhar louco de Bale devorando o arroz. É a febre da selva em sua manifestação mais pura, e se Dieter sobreviveu a tudo isso, a câmera de Herzog se coloca a documentar. Uma câmera que dispensa efeitos, austera como um observador que não ousa interferir no fluxo das coisas.

A eficiente trilha sonora é do jovem alemão Klaus Badelt, que já fez as trilhas de sucessos como o primeiro Piratas do Caribe e também dos recentes Constantine e Poseidon. Já o ex-piloto Dieter tem em Christian Bale (o atual Batman dos cinemas) um defensor de indiscutível talento. A entrega de Bale aos seus papéis é conhecida, e aqui se repete uma vez mais.

Veja abaixo o trailer original do filme em inglês, com legendas em português


Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: